Procedimentos como matricular seu filho em uma escola, verificar as faltas ou até mesmo ter acesso ao boletim eram motivo de enfrentar longas filas ou esperar em cadeiras desconfortáveis. Todos esses procedimento eram realizados de maneira totalmente burocrática, porém agora, a vida de todos os pais foi facilitada em relação a acompanhar o andamento escolar de seus filhos.

Todos os anos um grande número de pais precisam matricular seus filhos da rede pública de ensino. Facilitando esse procedimento, foi criado pelo governo federal uma ferramenta de ajuda.

Os pais que conhecem o Matrícula Fácil 2020 sabe o quão prático tornou suas vidas, isso porque sem precisar sair de casa, é possível efetuar ações que tomariam bastante tempo do seu dia, todos os anos.  Antes era preciso que os pais fossem a escola em que desejava matricular seus filhos, para saber tornar a fazer sua matrícula. Através do Matrícula Fácil 2020, esse procedimento mudou, pois, os sites que se expandem pelos estados do país, fazem com que os pais e responsáveis inscrevam seus filhos e aguardem o dia exato para efetuar a sua matrícula.

Basicamente, eles são encaixados em uma lista de espera, que distribuem a quantidade exata de vagas disponíveis para cada série das escolas de seu estado. Esse procedimento é bastante utilizado principalmente para matricular jovens que estarão fazendo parte do ensino fundamental daquele ano. Por haver uma grande quantidade de alunos quanto às modalidades, esse procedimento é muito útil para todos os pais.

Confira a lista de quem pode utilizar o Matrícula fácil 2020:

  • Renovação – alunos já matriculados no anterior, que precisa ter sua matrícula renovada para continuarem seus estudos na mesma escola no ano atual ;
  • Continuidade – alunos já matriculados numa escola que não oferta o curso/série ou ano seguinte e que precisa ser encaminhado para outra escola destino para que possa dar continuidade aos seus estudos;
  • Recepção – alunos matriculados numa numa escola do seu estado que não oferta o curso/série ou ano seguinte e que por isso são encaminhados, por meio de uma forma colaborativa entre Estado e Município, para uma escola destino que a tenha, para que possa dar continuidade aos seus estudos;
  • Transferência por interesse próprio – alunos já matriculados em uma escola, que pretendem, por interesse próprio, transferir-se para outra no ano seguinte.

Da mesma maneira que você tem a praticidade de realizar a matrícula do seu filho, acompanhar a vida escolar dele como ter acesso ao boletim por exemplo, também são todos feitos de maneira digital.